BIOGRAFIA DO PATRONO MÁRIO SCHENBERG

Mario SchenbergMario Schenberg nasceu em 2 de julho de 1914 na cidade de Recife, Pernambuco. Em 1933 transferiu-se para a capital paulista, atraído pela criação de uma faculdade de ciências e formou-se engenheiro elétrico pela Escola Politécnica de São Paulo, em 1935. Apresentou sua tese sobre os princípios da mecânica em 1944 e tornou-se professor catedrático da cadeira de Mecânica Racional, Celeste e Superior da Universidade de São Paulo. Em 1947, elegeu-se deputado estadual de São Paulo pelo Partido Comunista, mas depois de dois meses seu mandato foi cassado e ele foi preso.

Anos mais tarde, lecionou na Bélgica e na sua volta ao Brasil foi eleito diretor do Departamento de Física da USP, onde atuou de 1953 a 1961, realizando mudanças na estrutura e organização do curso de física.

Aposentou-se em 1968, depois da implantação do AI-5, porém em 1980 voltou a trabalhar no Instituto de Física da USP. Recebeu o Prêmio de Ciência e Tecnologia do Conselho Nacional de Pesquisas e os títulos de Cidadão Paulistano e de Professor Emérito do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas. Foi pioneiro em vários campos da física e da química, da astrofísica e da teoria das partículas elementares, sendo autor de 114 trabalhos sobre astrofísica, física teórica, física experimental, física matemática, análise funcional e geometria. Como presidente da Sociedade Brasileira de Física teve destaque no acordo contra a construção de usinas nucleares.

Faleceu em 10 de novembro de 1990.

"A minha filosofia geral para todo o ensino é de não empanturrar o aluno de conhecimentos, mas de estimular a criatividade dele".

 

logo SMB

 

Biblioteca Mario Schenberg