Barra de Impressão

Biblioteca Hans Christian Andersen


Secretarias / Cultura / bibliotecas / bibliotecas_bairro / bibliotecas_a_l / hanschristianandersen


BIOGRAFIA DO PATRONO HANS CHRISTIAN ANDERSEN

patrono

Hans Christian Andersen nasceu em 2 de abril de 1805, na cidade de Odense, ilha de Fiônia, na Dinamarca.

Hans aprendeu desde cedo a gostar de arte e literatura com seu pai, que construía teatro de fantoches para suas brincadeiras e lia para ele obras de La Fontaine, Shakespeare, "As mil e uma noites", entre outros.

Em 1819, três anos após o falecimento de seu pai, convenceu sua mãe a deixá-lo morar em Kopenhagen para tentar a carreira artística.

Trabalhou como ator, dançarino e cantor e, apesar das dificuldades enfrentadas, não desistiu. Recebeu apoio de Jonas Collin, um dos diretores do Royal Theatre e alto funcionário do governo. Jonas conseguiu para Hans uma bolsa real para os estudos secundário e superior. Após os estudos, Hans foi se firmando no meio intelectual da Dinamarca, período em que recebeu, inclusive, apoio do rei Federico VI.

Hans Christian Andersen, com 30 anos de idade, escreveu seu primeiro conto de fadas: Eventyr Fortalle for Born (contos infantis). Até 1872 produziu cerca de 150 contos e histórias, convertendo-se no nome mais popular da literatura para crianças na Europa. Seus contos tiveram como raiz a tradição oral, popular e a vida real. Destacou-se por sua originalidade em criar histórias e personagens.

Por sua contribuição à literatura infantil e juvenil, o dia de seu nascimento é atualmente o Dia Internacional do Livro Infanto-Juvenil e, além disso, o mais importante prêmio internacional do gênero tem seu nome.

Hans Christian Andersen faleceu em 6 de agosto de 1875, em Kopenhagen.

Algumas Obras: O patinho feio, A roupa nova do imperador, O soldadinho de chumbo, O rouxinol e o imperador da China, A pequena sereiazinha (símbolo da cidade de Kopenhagen) entre outras.

Veja informações mais detalhadas na Wikipedia

logo SMB

contos de fadas