Barra de Impressão

Biblioteca Camila Cerqueira César


Secretarias / Cultura / bibliotecas / bibliotecas_bairro / bibliotecas_a_l / camilacerqueiracesar


BIOGRAFIA DA PATRONESSE CAMILA CERQUEIRA CÉSAR

Imagem do post

Camila Cerqueira César

Camila Cerqueira César nasceu em 17 de dezembro de 1914 em São Paulo. Passou a infância em Piracicaba, SP e voltou a São Paulo quando já havia cursado todo o ensino médio; foi aluna ouvinte do curso de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. No início da década de 30 começou a trabalhar na Procuradoria Judicial do Estado ocupando o cargo de diretora administrativa, no qual se aposentou. Foi artista plástica e escritora.

Iniciou sua vida literária com cartas que escrevia aos sobrinhos. Em 1948, publicou uma série de artigos sobre literatura infantil no Suplemento Feminino do jornal O Estado de São Paulo. Neste ano publicou seu primeiro livro No reino dos mãos furadas, cujas ilustrações também são da autora.

Nos anos 50, escrevia na página infantil do jornal A Nação (SP). Com outras escritoras fundou o Centro de Estudos de Literatura Infantil e Juvenil – CELIJU que promovia a divulgação da literatura infantil e juvenil para crianças. Camila proferia palestras pelas escolas de todo o Estado, incentivando a criação de bibliotecas em bairros periféricos e a organização de exposições de livros.

Vinte e três anos após seu primeiro livro, Camila voltou a escrever com intervalos irregulares até o final de sua vida, tendo duas obras publicadas postumamente. Faleceu em 8 de abril de 1987, em São Paulo.

Algumas Obras: Tonzeca, o Calhambeque – 1971; Olaf, o Esquilo do Norte – 1978; O Homem do Violão Quebrado – 1983; Na Casa Velha da Praia – 1986; As Aventuras do Camelo Carrancudo e do Mago Melquior – 1987; Biba e Biliu – 1988 póstuma; Nem Assim, Nem Assado – 1988 póstuma


Camila Cerqueira Cesar

logo SMB