Share

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

A HORA E A VEZ DO VESTIBULAR

A hora e a vez do vestibular
Veja aqui a programação de todas as bibliotecas


Til  - José de Alencar
Professora Maíra Corrêa
Dia 29 de outubro às 18h

Vidas Secas - Graciliano Ramos

Professora Maíra Corrêa
Dia 5 de novembro às 18h


CURSOS E OFICINAS

Oficina de mitologia grega
Coordenação: Wládia Beatriz Pires Correia (psicóloga e psicoterapeuta)
“... a mitologia fornece padrões básicos para as histórias de vida” (J. Hillman). O trabalho em grupo busca um paralelo entre a mitologia grega e a vida. Por meio da leitura dos mitos, promove-se um espaço de reflexão e imaginação, reconhecendo que os mitos são metáforas, eles não fundamentam. Abrem... Tema da Oficina Atual: Antígona
Às quintas-feiras de outubro e novembro às 15h


LEITURA COM MEDIAÇÃO

Os bebês podem ler

Os bebês podem ler
Espaço para compartir em família o maravilhoso mundo da palavra contada, cantada, ilustrada e escrita.
Com Silvana Maria Clivati. Bebês e Infantil.
Dia 25 de outubro às 11h
Dia 29 de novembro às 11h


Vamos Ler?!

Com funcionárias da biblioteca. De 6 a 14 anos.
Dias 20 e 21 de outubro às 14h
Dias 10 e 18 de novembro às 14h


RODA DE LEITURA

Lendo Poesias
Atividade de mediação e formação de um grupo para leitura em voz alta, visando conhecer e aprender com a poesia. Explorar o vasto universo que a poesia nos apresenta, compartilhar ideias e proporcionar a comunhão leitor e texto.
Dia 27 de outubro às 15h
Dias 3 e 17 de novembro às 15h

LITERATURA NEGRO-BRASILEIRA

Ima(r)gens Literárias – A letra P
O projeto “Ima(r)gens Literárias – A letra P” oportuniza a formação de público em literatura negro-brasileira por meio da realização de atividades culturais integradas. Dramaturgia, leitura, exposição, música e bate papo compõem a programação da agenda pensada para o projeto. As ações acontecem em dois encontros, reunindo, num primeiro momento, o escritor Cuti (Luis Silva) e, num segundo, Oswaldo de Camargo, destacados poetas e ficcionistas da literatura negro-brasileira, na expectativa de promover o debate sobre suas obras e ideias com o público.

Os encontros serão realizados no formato Talk Show. Para recepcionar o público, a abertura será feita com leituras dramáticas de poemas selecionados das obras dos autores convidados, por artistas atuantes no cenário cultural paulistano com a intenção de provocar os autores a falar sobre os aspectos de sua formação como escritor, dos modos particulares de compreender a literatura e as posições que assumem no cenário contemporâneo. Dentro desse modelo, tal como nos Talk Shows já conhecidos pelo público via TV, haverá intervenções musicais entre os blocos de conversa, animadas pelo proeminente Sexteto Conde Favela. Será instalado um mural de imagens sobre a trajetória de cada um dos autores convidados, casada com a exposição de seus livros publicados; No encerramento, ocorrerá o lançamento de livros publicados pelos escritores Cuti e Oswaldo de Camargo.
1º Encontro | Dia 1º de novembro às 18h
Recital de abertura: Pedro Lucas e Akins Kintê
Escritor: Cuti (Luiz Silva)
Provocador: Mariana Santos de Assis
Música: Sexteto Conde Favela
Exposição: Fotografias da trajetória do autor e livros

2º Encontro | Dia 8 de novembro às 18h

Recital de abertura: Euler Alves e Lid’s Ramos
Escritor: Oswaldo de Camargo
Provocador: Ricardo Riso
Música: Sexteto Conde Favela
Exposição: Fotografias da trajetória do autor e livros


CIRCUITO SÃO PAULO DE CULTURA - ARTES CÊNICAS


Dúo Orellana & Orlandini (Chile)

O duo é integrado pelos músicos chilenos Romilio Orellana e Luis Orlandini, concertistas de trajetória internacional que têm desenvolvido com sucesso um grande trabalho de difusão da música para violão, com ênfase na produção chilena e latino-americana. Durante sua trajetória, como duo ou solistas com orquestra, se apresentaram em importantes salas de concerto do Chile, bem como em Berna (Suíça), Londres, Paris, Berlim, Madrid e Salamanca (Espanha), além de uma turnê por dez países latino-americanos em 2011. Seu primeiro CD, com obras de compositores latino-americanos, foi lançado no Chile em 2008 e recebido com entusiasmo pela crítica especializada.
Dia 11 de novembro às 19h

SARAU

Tinta fresca
Com Poesia Maloqueirista
No encontro, o grupo abriu espaço para discussão de textos inéditos com o objetivo de auxiliar o compartilhamento desses trabalhos autorais. No início o encontro reunía poucas pessoas. Nos últimos tempos, a média de participantes no sarau cresceu, chegando a contar com média de 25 a 30 pessoas. Livre
Dia 26 de novembro às 19h


AFRICANIDADES NA BIBLIOTECA

O Sistema Municipal de Bibliotecas apresenta uma programação cultural que propõe discutir o tema da Africanidade em novembro, mês da consciência negra no Brasil. Veja aqui a programação completa.

Parceria Casa dos Livros Distribuidora
Programação com Thetê Rollo
Dia 18 de novembro às 14h30

Programação com Kiusam de Oliveira - Bate-papo: A literatura construindo diálogos focados nas relações étnico-raciais no Brasil
Dia 26 de novembro às 19h30

Programação com Penélope Martins
Dia 29 de novembro às 14h

BALADA LITERÁRIA


A Balada Literária
acontece de 19 a 23 de novembro em diversos pontos culturais de São Paulo. No sábado, dia 22, é a vez da Biblioteca Alceu de Amoroso Lima, temática em Poesia. Carolina Maria de Jesus e Plínio Marcos são os homenageados dessa edição.
Dia 22 de novembro
     13h30 - Sabadoni
Homenagem ao poeta Donizete Galvão em parceria com o Simpoesia
Paulo Ferraz e Reynaldo Damásio apresentam uma homenagem ao poeta Donizete Galvão, com vários convidados especiais, reeditando os famosos “Sabadonis” do poeta mineiro.
     15h - Jorge Filholini e Vinícius de Andrade, do site Livre Opinião, conversam com os autores Carol Rodrigues, Marcelo Ariel,
Sheyla Smanioto e Teodoro Balaven
     16h30 - Bate-papo e recital com a poeta Elisa Lucinda
     18h - Show com Vicente Barreto
Participação especial de Manu Maltez e Rafa Barreto
     19h30 - Espetáculo “Literatura Ostentação”
Com Daniel Minchoni, Luiza Romão, Renan Inquérito e Rodrigo Ciríaco


EXPOSIÇÕES

Poesia Fotografada - Flavio Meyer
Ainda é tempo de lirismo, talvez seja ele urgente para tempos carentes de magia. O casamento entre emotividade e intelecção fazem desta obra um caleidoscópio onde versos redondos feito rosas em botões mais-que-perfeitos, desfilam amalgamados à rara imagética de um artesão de atmosferas, com apuro de quem congela o Eterno que perpassa pelo instante. Não se sabe ao certo onde começa o artista da lente e o ourives de versos, mas certamente a plasticidade dos versos devem muito à maestria do fotógrafo. Cada página um nascedouro de signos constelados; conceitos que exploram o campo fértil da multiplicidade sensorial, como se tocasse o poema com acalanto de pólen.

"A arte fotográfica de Flavio Meyer renova São Paulo, amorosamente revelada de pontos de vista muito originais e quase sempre vertiginosos."
Marisa Lajolo – professora e escritora (jabuti 2009)

"A arte de Flavio Meyer contêm a realidade acrescida de poesia, é um modo de reter o Devir instantâneo de um fluxo, ela não congela, ela desdobra o visível."
Flavio Viegas Amoreira – jornalista, escritor e crítico de arte

"Flavio Meyer projeta numa dimensão épica uma cenografia emblemática que a luminosidade e o cromatismo dinamizam."
Emanuel Von Lauenstein Massarani – Presidente do Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico

"É graças a artistas de qualidade incontestável como Flavio Meyer que a nossa gestão será lembrada no futuro."
Mario Flavio Leme de Paes e Alcantara – Presidente da Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto

De 11 a 31 de outubro


Exposição do VII Prêmio Arthur Bispo do Rosário - Pinturas, ilustrações, esculturas e instalações
Conselho Regional de Psicologia de São Paulo – CRP 06
O sergipano Arthur Bispo do Rosário (1911-1989) foi internado em janeiro de 1939 na Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, Rio de Janeiro. Viveu cinco décadas trancafiado. Negro, solteiro, de naturalidade desconhecida, sem parentes, sem profissão e com antecedentes criminais, foi diagnosticado com esquizofrenia paranóide. Durante os 25 anos ininterruptos que passou sem sair do manicômio, produziu 804 obras. O Prêmio visa homenagear esse artista que, mesmo em condições adversas, tornou-se referência para o mundo das artes. Livre
Categorias “Poesias” e “Contos/Crônicas/Textos” – Biblioteca Alceu Amoroso Lima
De 4 a 27 de novembro


PROGRAMA VOCACIONAL

Realizado pelo DEC - Departamento de Expansão Cultural da Secretaria de Cultura em diversos espaços públicos, o Programa Vocacional é aberto a maiores de 14 anos.
Programa vocacional teatro
Turma 1: às quartas-feiras das 10h às 13h
Turma 2: às quintas-feiras das 19h às 22h


logo SMB

poesia