Share

MEMÓRIA DO BAIRRO DA MOOCA

A idéia da criação da Seção Memória do Bairro da Mooca partiu de Ana Maria Pantaleão, bibliotecária-chefe da Biblioteca Affonso Taunay na época. Em 1985, ela expôs o projeto a diversos membros da comunidade, entre eles o Sr. Alfredo Castagna, filho de um dos primeiros moradores do Largo de São Rafael, e sua esposa, a Sra. Irene Castagna. Todos ficaram muito entusiasmados e interessados em resgatar a memória do bairro para o conhecimento das futuras gerações.

O projeto foi apresentado às entidades representativas e a SAM (Sociedade dos Amigos da Mooca) presidida pelo Dr. Pyrro Massella, formalizou ao Dr. Jorge Antônio Miguel Yunes, Secretário Municipal de Cultura, um pedido de espaço na Biblioteca Affonso Taunay para abrigar o "Museu da Mooca", por intermédio do ofício nº 54/86 de 3 de abril de 1986.

Em 11 de junho de 1986 foi realizada a primeira reunião que selecionou o material doado e determinou o espaço do antigo auditório da biblioteca para o "Núcleo Museológico da Mooca".

Inaugurado em 18 de agosto de 1986 o Núcleo possui em seu acervo pôsteres, documentos originais do século 19, fotos, ferramentas de trabalho, máquinas, moedas e instrumentos musicais.

Sua idealizadora, Ana Maria Pantaleão, recebeu Voto de Louvor do Prefeito Jânio da Silva Quadros e Voto de Congratulações da Assembléia Legislativa do Estado pela iniciativa.

Em 30 de agosto de 2007 o Núcleo foi totalmente revitalizado com o apoio do Buffet Tulipas e da IMESP e teve seu nome alterado para "Seção Memória do Bairro da Mooca", pela lei nº 12.659 de 19 de maio de 1998, decreto nº 37.973 de 18 de maio de 1999.

logo SMB

afonso taunay