logo CGM

CGM ministra curso sobre Controle Interno na Câmara dos Vereadores de SP

Na última segunda-feira, 11/09, servidores da Controladoria Geral do Município (CGM) ministraram o curso “Os Desafios do Controle Interno: O Papel da Controladoria Geral do Município”, em parceria com a Escola do Parlamento.

O curso, realizado na Câmara Municipal dos Vereadores de São Paulo, tem como objetivo evidenciar a importância da transparência dos dados e informações dos órgãos públicos municipais, demonstrar a atuação de um órgão de controle interno e sua atuação para aumentar a eficiência da administração pública.

Na abertura do evento, o Controlador Geral do Município, Guilherme Rodrigues Monteiro Mendes, falou sobre o papel da CGM na administração municipal, a divisão das áreas dentro do órgão (Auditoria, Correição, Ouvidoria e Promoção da Integridade) e mencionou alguns casos exitosos, como a “Máfia do ISS” e o “Theatro Municipal”. Ainda, após ser questionado sobre uma possível perda de autonomia, o Controlador reafirmou que apesar da pasta estar hoje dentro de Secretaria Municipal de Justiça (SMJ), a CGM manteve e manterá a realização de seus trabalhos com total autonomia.

Em seguida, o Auditor Municipal de Controle Interno, Paulo Eduardo Galvão de Oliveira Machado, explicou sobre as legislações que envolvem o controle interno, as atribuições da CGM e suas divisões, realçando a importância da eficiência, economicidade e efetividade do serviço público municipal.

O Coordenador de Promoção da Integridade, Renato Corte Lopes, palestrou sobre a importância da transparência e dos dados abertos para o município, exemplificando por meio de sistemas já existentes, como o Portal da Transparência, o Portal Dados Abertos, o Portal 156, o Pátio Digital, entre outros.

Ressaltou, ainda, a participação da CGM no Programa de Metas – 2017-2020, com o Projeto 65 - São Paulo Aberta que possui como importantes linhas de ação a realização de reuniões semestrais nas 32 Prefeituras Regionais, oficinas do programa Agentes de Governo Aberto e o desenvolvimento de uma Rede de Governo Aberto entre os servidores municipais; e Projeto 67 - São Paulo íntegra e Transparente que envolve, dentre outras ações, o desenvolvimento de Programas de Integridade, formação de servidores para a operacionalização do sistema e-Sic e criação de Ouvidorias Setoriais.

Ao final, o Auditor Municipal de Controle Interno, Ricardo Ferreira Santos juntou-se à mesa para responder questionamentos do público: como realizar denúncias, prioridades quando da escolha de auditorias, transparência das informações e integridade no setor público.

Na próxima quarta-feira, 13/09, os auditores Ricardo Ferreira Santos e Juliana Natalia Custódio Silveira, irão fechar a programação do curso, discutindo compras e contratações na cidade de São Paulo.

Confira o vídeo da palestra.