Barra de Impressão

Secretaria Especial de Comunicação


Início - Secretarias - Comunicacao / Notícias OLD


10/06/2014 11h46

Coleta seletiva gera renda e inclusão para quem está em vulnerabilidade social

Prefeito Fernando Haddad visitou as instalações do centro de triagem da cooperativa Vitória de Belém, que gera trabalho e renda para 90 pessoas

 O prefeito Fernando Haddad visitou nesta sexta-feira (6) as instalações do centro de triagem da cooperativa de coleta seletiva solidária Vitória de Belém. A entidade conta com apoio da Prefeitura e da iniciativa privada e gera trabalho e renda para 90 pessoas em situação de vulnerabilidade social.

A central funciona desde outubro de 2013. Entre os produtos da cooperativa estão papel, vários tipos de plástico e alumínio, todos compactados e fardados. O material é separado manualmente em uma esteira e prensado em máquinas industriais. A meta de trabalho é processar cerca de 150 toneladas de resíduos por mês.

Juliane Silva, 29 anos, é uma das cooperadas que trabalham no local. Ela atua na separação de materiais, na organização do espaço, na comercialização dos produtos e também em educação ambiental. Depois de trabalhar quase 9 anos como catadora avulsa e puxadora de carroça, ela conta que as novas atividades trazem mais qualidade de vida e mais renda para sua família. “Eu tinha dor nos joelhos, meu trajeto tinha subida, na chuva era muito complicado. Hoje tem bem menos desgaste físico e melhorou muito a renda”, conta a cooperada.

A Cooperativa Vitória de Belém é uma das entidades que está em acertos finais para o credenciamento junto à Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) para integrar o novo sistema de coleta seletiva da cidade, em que os serviços ambientais dos catadores serão remunerados por meio do Fundo Municipal de Coleta Seletiva, Logística Reversa e Inclusão de Catadores. O fundo será financiado pelos recursos gerado pelas centrais mecanizadas de triagem. O primeiro equipamento deste tipo foi inaugurado no bairro da Ponte Pequena pelo prefeito Fernando Haddad nesta quinta-feira (5).

O espaço que abriga a cooperativa visitada é uma construção ecológica, feita com tijolos sustentáveis e telhas de material reciclado fabricados no local. O desenho arquitetônico aproveita a iluminação e a ventilação naturais, o que gera economia de energia. Além disso, há captação de água da chuva para reuso e tratamento do esgoto produzido por meio de um biodigestor.


  • Copyright
  • SAC