Assistencia e Desenv. Social

Proteção Social Básica

Embora as pessoas em situação de rua recebam grande atenção no campo socioassistencial, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) tem outros serviços em sua rede preparados para atender vários públicos que necessitam.

A SMADS tem a missão institucional de formular, implantar, regular, financiar, executar, monitorar e avaliar a Política Municipal de Assistência Social como parte integrante do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Uma das principais bases para esse trabalho é a Proteção Social, que tem por objetivo a garantia de inclusão a todos os cidadãos que se encontram em situação de vulnerabilidade ou risco, acolhendo a todos pela rede de serviço local. A Proteção Social é dividida por modalidades, de acordo com a necessidade e complexidade do caso, em Básica e Especial.

A Proteção Social Básica atua na prevenção de situações de risco e no fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários dos diversos ciclos de vida, por meio da realização de atividades que desenvolvam potencialidades e aquisições. Destina-se à população que vive em situação de fragilidade decorrente da pobreza, acesso precário ou nulo aos serviços públicos, bem como fragilização de vínculos afetivos (discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, dentre outras).

A porta de entrada para a Proteção Social Básica são os 54 Centros de Referência de Assistência Social, unidades estatais que ofertam o acesso aos benefícios, serviços, programas e projetos e onde as famílias são acompanhadas pelo PAIF- Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família, de forma particularizada ou coletiva.

No CRAS as famílias podem ser encaminhadas para os 797 Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Rede Socioasssitencial, que buscam garantir a oferta de espaços de convivência e socialização para famílias e indivíduos. Para encontrar o CRAS mais próximo da sua residência, ligue para o 156 ou acesse a aba exclusiva do lado esquerdo do nosso site para localizar os endereços e telefones das unidades.

Os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Proteção Social Básica são realizados em grupos e organizados a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com seu ciclo de vida, nas seguintes Modalidades:

MODALIDADES DOS SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA

Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo – CEDESP – Atendimento a jovens a partir dos 15 anos e adultos;

Centro para Crianças e Adolescentes (CCA) -. Atendimento a crianças e adolescentes de 6 a 14 anos e 11 meses

Centro para Juventude (CJ)
– Atendimento a adolescentes de 15 a 17 anos e onze meses;

Clube da Turma– Atendimento a crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos e 11 meses;

Circo Social - Atendimento a crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos e 11 meses;

CCInter: atendimento a crianças, jovens, adultos, idosos e famílias

• Núcleo de Convivência de Idosos – Atendimento de Idosos com idade igual ou superior a 60 anos com atividades presenciais e à domicílio.

• CRECI – Centro de Referência do Idoso - Serviço de referência, proteção e defesa de direitos da pessoa idosa;

• Serviço de Assistência Social à Família e Proteção Social Básica no Domicílio –SASF - O serviço atua com famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, preferencialmente aquelas beneficiárias do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada.

SERVIÇOS COMPLEMENTARES

Restaurante Escola – Atendimento de Jovens de 17 a 21 anos

• Serviço de Alimentação à domicílio – Visitas domiciliares e entrega de refeições prontas e aquecidas para idosos em situação de risco pessoal e social.

• Núcleo do Migrante - oferece a pessoas e famílias migrantes, em situação de risco pessoal e social, acolhida, orientação, encaminhamento para acesso a rede socioassistencial e outras políticas públicas. Oferece ainda apoio assistencial como: transporte interestadual e intermunicipal, transporte urbano, alimentação, documentação, hospedagem entre outros. Funciona nas dependências do Terminal Rodoviário Tietê, de segunda a segunda, das 7h às 22 horas. Observação: é considerado migrante, para atendimento desse serviço, pessoas vindas de outros municípios, que chegam ou encontram-se na cidade sem referências, por período não superior a 03 meses.

- Concepção de Convivência - arquivo em pdf

- Traçado Metodológico PROJOVEM - arquivo em pdf

- Planilhas de Custos dos Serviços CENTRO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES - arquivo em PDF

- Planilhas de Custos dos Serviços SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL A FAMÍLIA E PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA NO DOMICÍLIO - arquivo em PDF

- Planilhas de Custos dos Serviços NÚCLEO DE CONVIVÊNCIA DE IDOSO - arquivo em PDF

- Avanços do Programa BPC na Escola em 2014/2015 - vídeo

- Avanços do Programa BPC na Escola em 2014/2015 (versão em libras) - vídeo

- Avanços do Programa BPC na Escola em 2014/2015 - livro em PDF

- Norma Técnica Centro de Convivência Intergeracional - arquivo em PDF

- Norma Técnica do CEDESP - arquivo em PDF
 

CONVÍVIO

Capacitação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4