Assistencia e Desenv. Social

Criançada da região de Cidade Tiradentes participa do I Jogos de Inverno

Gincanas, torneios de futsal, queimada e rouba-bandeira foram algumas das atividades

Foto e texto: Bianca Barbosa

Com a chegada das férias escolares, muitas crianças ficam sem ter o que fazer dentro de casa. A solução encontrada para divertir e distrair os pequenos da região de Cidade Tiradentes foi a criação do primeiro torneio de Jogos de Inverno.

Entre os dias 18 e 21 de julho, no Parque da Consciência Negra, crianças de cinco Centros para Crianças e Adolescentes (CCA) participaram de gincanas, torneios de futsal, queimada, rouba-bandeira e muito mais.

O evento é fruto de uma parceria entre o Programa Ambientes Verdes e Saudáveis (PAVS) e Atenção Primária à Saúde (APS) Santa Marcelina, com o apoio da Prefeitura Regional da Cidade Tiradentes e das secretarias municipais de Saúde, de Desenvolvimento e Assistência Social e do Verde e Meio Ambiente.

Fernanda Galdino, chefe de gabinete da Prefeitura Regional da Cidade Tiradentes, citou a importância da ocupação dos espaços públicos. “O intuito é agregar os serviços do Parque da Consciência Negra e trazer a comunidade para participar”, disse.

Já a gerente do CCA Setor G, Edileuza Araújo Bezerra, lembrou que parte do trabalho com os CCAs é acreditar no ser humano, educando e orientando. “As crianças de Cidade Tiradentes precisam de eventos como esse para o desenvolvimento físico e mental e também para respeitar o próximo. Esse é o primeiro de muitos encontros.”

Além das brincadeiras e da música, agentes de endemias da Prefeitura trouxeram uma exposição com ratos, morcegos, aranhas e besouros, a fim de alertar e ensinar as crianças a se protegerem e evitarem o contato com esses animais. Segundo os agentes, as crianças são o meio mais fácil de introduzir informações nos lares, pois sentem mais curiosidade sobre os assuntos e absorvem mais rapidamente.

As amigas Gabrielle e Camile Vitória, ambas com 11 anos, não cansaram de elogiar o evento e seus CCA’s. “A gente aprende muita coisa, como a conviver um com o outro, por exemplo. Nos divertimos e encontramos pessoas de outros CCA’s”, disse Gabrielle.

Agentes de saúde, de serviço social, das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e educadores físicos participaram do evento organizando e acompanhando as brincadeiras.

A gestora do parque da Consciência Negra, Viviane Lopes Miranda, citou a importância do envolvimento de participantes, organizadores e apoiadores no projeto. “Já estamos pensando em fazer os Jogos de Verão”, falou. No final do evento, todas as crianças foram condecoradas com medalhas de ouro da Prefeitura de São Paulo.