Seu navegador não suporta javascript!
Barra de Impressão

Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social


  • Início
  • Secretarias
  • Assistência Social / Notícias


    10/05/2017 15h10

    Primeiro Centro Temporário de Acolhimento (CTA) é inaugurado no Brás

    Local vai atender 260 pessoas com acolhimento e atendimento qualificado, além de receber carroças e animais de estimação

     

    Foto: Wagner Origines/SMADS
    Por Vinícius Dominichelli


    A manhã desta quarta-feira (10) foi de festa na região do Brás. O primeiro Centro Temporário de Acolhimento (CTA) foi inaugurado oficialmente e vai atender 260 pessoas em situação de rua, sendo 160 para pernoite e outras 100 vagas de convivência.

    O CTA está localizado na Avenida Alcântara Machado e funciona 24 horas por dia por meio de convênio entre a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e a Associação de Auxílio Mútuo da Região Leste (Apoio).

    O local pode receber 102 homens e 62 mulheres para passar a noite em sistema de alojamento, com espaços delimitados por divisórias e sem portas, mas com as áreas masculinas e femininas separadas.

    "É o primeiro CTA. Vamos inaugurar um CTA por mês até o final do ano, totalizando oito, sempre com essa capacidade para atender entre 200 e 260 pessoas em situação de rua. Será o mesmo padrão de qualidade. Queremos que essas pessoas consigam trabalho e possam ter renda para conseguir a própria casa", disse o prefeito de São Paulo, João Doria. O chefe do Executivo ainda anunciou a doação de 20 mil cobertores da Magazine Luiza, sendo que a entrega aos centros de acolhida está programada já para os próximos dias.

    A parte térrea do prédio possui dois dormitórios acessíveis com capacidade para duas pessoas cada, além de banheiros em estilo vestiário. Há um grande espaço de convivência para os moradores, onde podem realizar refeições e assistir televisão, além de cozinha, lavanderia, salas de atendimento e bagageiro.

    Uma das grandes novidades do CTA é que o local está preparado para receber pessoas em situação de rua com animais. São 11 baias, em diferentes tamanhos, que permitem o pernoite. O atendimento é realizado por voluntários indicados pelas organizações sociais parceiras e de acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A empresa Petz doou diversos equipamentos e treinamento para os funcionários.

    A equipe do Centro Temporário de Acolhimento é composta por 33 profissionais, sendo gerente de serviço, assistente técnico, assistentes sociais, técnico especializado, técnico especializado em informática, psicólogo e agentes operacionais.

    O espaço conta também com oficinas de capacitação, informática e palestras. Essas atividades, inclusive, serão um dos pontos de qualificação para o Programa Trabalho Novo, que prevê a inserção de 20 mil pessoas em situação de rua no mercado de trabalho até o final de 2017. Já são 477 trabalhando e com índice de retenção de 94%. Dez mil vagas estão viabilizadas para serem disponibilizadas aos moradores.

    "Esse equipamento é destinado para pessoas que precisam de um rápido acolhimento. Além de apoiadores de empresas, tivemos participação também de pessoas físicas para ajudar. Isso é muito importante. Sem esse envolvimento não vamos chegar onde queremos", destacou o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Filipe Sabará.

    O CTA do Brás vai receber prioritariamente moradores das áreas do Viaduto do Chá, na Sé, na Mooca e na Praça 14 Bis, além daquelas que estão no Trabalho Novo. Tal procedimento vai possibilitar troca de experiência entre eles, além de facilitar a logística das equipes da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social para que possam acompanhá-los individualmente.

    A inauguração do CTA é uma das ações da atual gestão para a requalificação e ampliação dos serviços que ofertam acolhimento à população em situação de rua, melhorando a qualidade de vida e proporcionando uma rotina de atividades com a oferta de oportunidades de estudo e emprego.

    A abertura do Centro Temporário de Acolhimento teve custo zero para a Prefeitura de São Paulo. Diversas empresas parceiras e pessoas físicas se mobilizaram e fizeram doações como camas, roupa de cama, vasos sanitários, chuveiros, utensílios de cozinha e de lavanderia, eletrodomésticos, materiais para o canil, objetos de higiene íntima e mão de obra.

    Para muitos beneficiários do programa Trabalho Novo essa é uma chance única para ser recolocado no mercado de trabalho e voltar para a família com dignidade. “Quero trabalhar, fazer cursos e me reestruturar. Ainda tenho sonhos para realizar”, disse Flávio Luís de Castro, 28 anos, bastante emocionado.

    Doadores do CTA
    : Lavvi Empreendimentos, Whirlpool, Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Condor, Petz, Cyrela, Sierra, Breton, Lavvi, Unilever, Malki Arquitetura e nove pessoas físicas.

    Flickr
    Clique aqui e confira a galeria de fotos da inauguração do CTA.


    • Copyright
    • SAC