29/05/2013 11h51

Share

Prefeitura assina Termo de Adesão à Política Nacional para a População em Situação de Rua

Texto: Fernando Bassoli Bonadirman

Duzentos moradores em situação de rua assistidos pela SMADS acompanharam ontem (28), no SENAI "Roberto Simonsen", a assinatura do Termo de Adesão à Política Nacional para a População em Situação de Rua, que prevê a criação de um Comitê Intersetorial e a implementação da Política em âmbito local.

O evento contou com a presença da secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Luciana Temer, do secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Rogério Sottili, da ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, além do prefeito Fernando Haddad, que após a assinatura do termo, ministrou uma aula magna sobre o Programa.

Parceria com o SENAI

O Programa de Qualificação Profissional da População em Situação de Rua pelo PRONATEC, em parceria com o SENAI/SP, já iniciou algumas turmas como é o caso dos cursos de pedreiro, eletricista instalador predial de baixa tensão e almoxarife, e nos próximos dias começarão os cursos de auxiliar administrativo.

A parceria com o SENAI/SP prevê cursos profissionalizantes específicos para população em situação de rua, de 160 horas, como por exemplo: de almoxarife, auxiliar administrativo, confeccionador de bolsas em couro e material sintético, confeccionador de bolsas em tecido, mecânico de bicicleta, mecânico de motores a diesel, padeiro, pedreiro de alvenaria estrutural, eletricista instalador predial de baixa tensão, encanador instalador predial, pintor de imóveis, vidraceiro e aplicador de revestimento cerâmico.

Quando necessário, os alunos recebem vale-transporte, por meio do bilhete único carregado com a quantidade de deslocamento previsto para frequentar um mês de curso e durante as aulas uma refeição. Ao final de um mês de curso o aluno, recebe um auxilio bolsa-presença de R$ 2,00 hora/aula, condicionadas à sua freqüência.

Os interessados em efetuar sua pré-inscrição para as próximas turmas podem procurar os serviços da secretaria municipal de Assistência e Desenvolvimento Social como o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) mais próximo de sua região. É necessário ter a idade mínima de 16 anos e estar inserido no CADÚnico do governo federal.

Confira o álbum de fotos.